NUTRIÇÃO

A especialidade

Em 1770, Lavoisier - considerado o "Pai da Nutrição" - estudando os processos de combustão dos alimentos e a respiração celular, acaba por criar sofistificados equipamentos, capazes de medir o calor liberado durante a reação entre substâncias combustíveis e o oxigênio : os calorímetros. A partir do seu trabalho, o mundo científico descobriu que a fonte de energia do nosso organismo era a combustão controlada dos alimentos (especialmente a dos carboidratos), com liberação de CO2, H2O e cerca de 2.000 calorias/dia.

Louis Pasteur foi um cientista francês, que se dedicou especialmente ao estudo da Microbiologia e desenvolveu a atual técnica da Pasteurização dos alimentos. Ele descobriu que aquecer certos alimentos e bebidas, acima dos 60ºC, reduz sensívelmente o número de microorganismos presentes, evitando sua deterioração. Este avanço científico melhorou a qualidade de vida do ser humano ao permitir que alimentos como o leite sejam transportados e estocados.

Em 1919 Harris & Benedict realizaram estudos sobre a Taxa de Metabolismo Basal (TMB) – energia básica para a sobrevida – e concluíram que, à medida que uma pessoa sofre restrição alimentar (energética), o seu organismo procura adaptar-se, conservando a energia para os processos fisiológicos básicos e criando oportunidades para o surgimento de doenças. Suas equações de predição da TMB, desenvolvidas a partir da medida das trocas respiratórias, através de um calorímetro respiratório, são usadas até os dias de hoje.

Em 1937, Pedro Escudeiro, um médico argentino, introduziu o estudo da nutrição nas escolas de medicina, divulgando as Leis da Alimentação. Sua abordagem racionalista (partindo de premissas ou hipóteses) expandiu o estudo da nutrição, complementando os estudos empíricos (que partem da experiência e coleta de dados).

No Brasil, a profissão regulamentada de nutricionista surgiu há pouco mais de 20 anos. Na década de 1980, a principal preocupação dos profissionais de saúde pública era a desnutrição. Com as mudanças no estilo de vida e no padrão alimentar da população, o foco dos estudos passou a ser a relação entre o excesso de peso e as doenças cardiovasculares, hipertensão e diabetes, principais agravos à saúde dos brasileiros nos dias de hoje.

 

Atualmente, as Ciências Nutricionais abrangem diversas áreas da saúde, bromatologia, engenharias (de produção, de alimentos, genética) e biotecnologia. Os avanços das pesquisas proporcionaram a classificação dos macronutrientes e dos micronutrientes em diferentes categorias e aprofundaram os conhecimentos sobre suas funções e efeitos fisiológicos nos seres humanos.

Faça o agendamento online. É fácil, rápido e seguro.

©  2019 por LuPoralle Saúde e Estética

  • Facebook ícone social
  • Instagram

Rua Madre de Deus, 1228 - Mooca - São Paulo/SP

11 2359.7838

11 9.9550.9282